domingo, 4 de dezembro de 2016

No Bellator 166 - Eduardo Dantas leva a melhor em revanche contra o americano Joe Warren






Carlos Augusto





Na noite deste sábado, foi realizado o Bellator 166. O evento foi sediado no Winstar World Casino, em Thackerville, Oklahoma.

A luta principal foi um confronto valendo o cinturão dos galos entre o brasileiro campeão Eduardo ”Dudu” Dantas e o americano ex-campeão Joe Warren. Os dois se enfrentaram em 2014, também pelo cinturão, e Warren saiu vitorioso.

Apesar da longa duração da luta, o brasileiro conseguiu a vitória logo nos três primeiros rounds, onde foi mais incisivo nos golpes, contando com boas defesas do americano, que já mostrava a cara “magoada”. Nos últimos dois rounds, a vida continuou fácil para “Dudu” Dantas, que terminou com vitória por cinco rounds a zero e foi o grande vencedor da revanche, mantendo o cinturão dos pesos-galo. O brasileiro agora lutará com Darrion Caldwell que venceu Joe Taimanglo por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27). 

Confira os resultados:

Card Principal

Eduardo Dantas (c) derrotou Joe Warren por decisão majoritária (47-47, 49-44, 48-46) e manteve o cinturão dos galos do Bellator.
AJ McKee derrotou Ray Wood por decisão unânime (29-27, 30-25, 30-27)
Marcos Galvão derrotou LC Davis por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28)
Chris Honeycutt derrotou Ben Reiter por decisão unânime (30-26, 30-25, 30-25)

Card Preliminar

Derrick Adkins derrotou Chris Jones por finalização (d’arce choke) aos 4:09 do segundo round
Gregory Babene derrotou Emiliano Sordi por finalização (guilhotina) aos 3:11 do primeiro round
Kinny Spotwood derrotou John King por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
Treston Thomison derrotou Dawond Pickney por finalização (armlock) aos 51 segundos do primeiro round

Fonte:www.olimpomma.com

Giovani dos Santos conquista o quinto título na Volta da Pampulha




Beat Reusser
A manhã chuvosa em Belo Horizonte não tirou o ânimo e a disposição dos mais de 14 mil corredores que se inscreveram para a 18ª edição da Volta Internacional da Pampulha, que abriu o calendário de eventos do Verão Espetacular. Na prova masculina, o brasileiro Giovani dos Santos não deu chances para os concorrentes e faturou o pentacampeonato. Entre as mulheres, Angelina Tsere, da Tânzania, conquistou seu primeiro título na prova.

Giovani do Santos completou a prova em 52m53s, ficando perto do recorde de 52m23, conquistado pelo queniano Lawrence Kiprotich, em 2009. Paul Kimutai, do Quênia, terminou em segundo, e Augustine Sulle, da Tanzânia, ficou em terceiro. Na prova feminina, Angelina Tsere correu os 17,8Km em 1h02m07s e chegou em primeiro. A brasileira Joziane da Silva terminou em segundo e a queniana Leah Jerotich ficou em terceiro.

Na NBA 2016/2017, na temporada regular - Curry brilha, Golden State se recupera e derrota o Phoenix Suns: 138 a 109






Carlos Augusto






Curry marcou 31 pontos na vitória do Golden State sobre
 o Phoenix Suns (Foto: Noah Graham / Getty Images)
O Golden State Warriors levantou rapidamente da derrota para o Houston Rockets. Neste sábado, comandado por Stephen Curry, o líder da conferência Oeste venceu o Phoenix Suns sem susto: 138 a 109. Com o resultado, o Golden State chegou à marca de 106 partidas na temporada regular da NBA sem perder dois jogos seguidos – sem contar os confrontos de playoffs.

Curry novamente foi o destaque na Oracle Arena, anotando 31 pontos e errando apenas dois de sete arremessos de três pontos. Klay Thompson marcou 26 pontos e Kevin Durant, 20. Pelo lado do Phoenix Suns, Eric Bledsoe fez 27 pontos e Leandrinho esteve em quadra por apenas seis minutos, sem pontuar.  

A campanha do Golden State é agora de 17 vitórias e 3 derrotas. Na segunda-feira, a equipe joga novamente em casa, diante do Indiana Pacers. Já o Phoenix Suns, com 6 vitórias e 14 derrotas é o 14º do Oeste. Na terça-feira, o time joga fora de casa contra o Utah Jazz.

Confira os resultados deste sábado, dia 03 de dezembro, na NBA:

Portland Trail Blazers 99 x 92 Miami Heat  
Golden State Warriors 138 x 109 Phoenix Suns
Utah Jazz 105 x 98 Denver Nuggets
Dallas Mavericks 107 x 82 Chicago Bulls
Memphis Grizzlies 103 x 100 Los Angeles Lakers
Philadelphia 76ers 106 x 107 Boston Celtics
Toronto Raptors 128 x 84 Atlanta Hawks
Charlotte Hornets 120 x 125 Minnesota Timberwolves
Milwaukee Bucks 112 x 103 Brooklyn Nets

Veja como ficou a classificação


Fonte:Globo e www.resultados.com

No NBB 2016/2017, em jogos da 8ª rodada - líder Flamengo segura Paulistano, vence 6ª seguida e segue como único invicto na competição






Carlos Augusto





Marcelinho recebeu homenagens pelos 10 mil
pontos Fla (Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo)
Antes mesmo do fim do jogo, Marcelinho já recebia uma homenagem neste sábado. Não à toa. O ala-armador ultrapassou a marca dos 10 mil pontos pelo Flamengo. Ele ganhou uma camisa rubro-negra personalizada com número 10K, uma placa comemorativa e mais uma vitória no NBB 2016/17. No ginásio do Tijuca Tênis Clube, o Fla bateu o Paulistano por 81 a 72 e manteve a invencibilidade e a liderança do campeonato. Antes do início do jogo foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da tragédia da Chapecoense.

- Estou muito feliz. Essa marca simboliza toda minha trajetória no Flamengo. Minha característica é ser ofensivo. Faço isso para ajudar o time a ter vitorias. Fico feliz de ter ajudado o Flamengo a conquistar tantos títulos - disse Marcelinho, em entrevista à "TV Band".

Primeiro time do ala-armador na juventude, o jogador de 41 anos está no time profissional desde 2007, depois de passar por vários times do Brasil e da Europa. Marcelinho estava nos cinco títulos rubro-negros no NBB, sendo por três vezes o líder de pontos da competição. Por duas vezes ele foi o MVP do nacional (Jogador Mais Valioso).

Neste sábado, Marcelinho fez 17 pontos e foi um dos destaques do Fla. Marquinhos foi o cestinha, com 19 pontos. Olivinha conseguiu um duplo-duplo (10 pontos e 14 rebotes). Pelo Paulistano, Mogi foi o maior pontuador, com 17 pontos.
Marcelinho foi um dos destaques do Flamengo contra
o Paulistano (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Com o resultado, o Flamengo chegou à sexta vitória no NBB 2016/17 e lidera com 100% de aproveitamento. O time volta ao ginásio do Tijuca Tênis Clube no próximo sábado, às 18h (de Brasília), contra o Macaé.

O Paulistano, por outro lado, viu ser interrompida sua série de dois triunfos seguidos. Com três vitórias em sete jogos (42,9% de aproveitamento), o time caiu da oitava para a 11ª colocação. Na quarta-feira, às 20h15, a equipe encara o Campo Mourão fora de casa.

Times

Flamengo: Marcelinho (17), Fischer (8), Marquinhos (19), Mineiro (2) e JP Batista (13). Entraram: Pedrinho (1), Lelê (6), Ramon (5), Olivinha (10) e Léo Bispo (0).

Paulistano: Mogi (17), Jhonatan (8), Renato (9), De Paula (14) e Guilherme (4). 
Entraram: Luis Fernando (4), Victor André (0), Hure (12) e Arthur Pecos (4).

Confira os resultados deste sábado, dia 03 de dezembro, no NBB:



Veja como ficou a classificação:



Confira os próximos jogos no NBB:



Fonte:Globo, LNB e www.resultados.com

No TUF 24 Finale - Demetrious Johnson passa sufoco, mas vence Tim Elliott






Carlos Augusto






Demetrious Johnson dominou Tim Elliott em quase toda
 a luta principal do TUF 24 Finale (Foto: Getty Images)
Foi mais difícil do que se esperava, mas Demetrious Johnson mostrou que, quanto maior o desafio, melhor é a sua performance. Com uma atuação segura, o campeão dos pesos-moscas do UFC e atual número um do ranking peso-por-peso da  organização foi ameaçado em diversas situações por Tim Elliott, mas venceu o desafiante por decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46 e 49-45). Esta foi a nona defesa de cinturão de Denetrious Johnson, que igualou Georges St. Pierre (nove) e fica a uma luta de igualar o recorde de Anderson Silva, que possui dez defesas consecutivas.

A luta começou com Elliott se movimentando de forma pouco convencional, enquanto Johnson buscava a derrubada. O campeão buscou a derrubada e conseguiu levar a luta para o chão. Mas Elliott o colocou na guarda e virou o corpo para encaixar uma guilhotina, o que foi feito. Johnson teve a calma para sair da posição e voltou a lutar em pé. O desafiante provocava Johnson, que tentava golpeá-lo no clinche do muay thai. Elliott acertava golpes seguidos na linha de cintura e acertou um upper, levando Johnson ao knockdown. O campeão se levantou, mas foi novamente derrubado, ficando por baixo até o intervalo.

Tim Elliott ameaçou Demetrious Johnson no primeiro round
do TUF 24 Finale (Foto: Getty Images)
Demetrious Johnson voltou para o segundo round mais atento, enquanto Tim Elliott se movimentava de lado, no ficando de frente para o campeão. A movimentação do desafiante confundia Johnson, que mais uma vez recebeu golpes de surpresa do rival, e quase entrou novamente em uma guilhotina. O campeão defendeu-se e ficou por cima no chão. Elliott se defendia, mas Johnson já tomava conta da luta, indo para o intervalo em vantagem.

O terceiro round começou com Demetrious Johnson se movimentando freneticamente e acertando chutes baixos em Tim Elliott. O desafiante já mostrava cansaço, e não conseguia mais surpreender o campeão com sua movimentação. Johnson tentou encaixar um mata-leão, mas Elliott defendeu e voltou a lutar em pé. O campeão, no entanto, o derrubou novamente, ficando por cima no chão e passando a desferir diversos golpes no rosto do adversário. O desafiante ameaçava a todo momento encaixar um golpe rumo a finalização - tentou um triângulo e uma guilhotina - antes do intervalo, mas terminou por baixo no chão.

Demetrious Johnson foi superior a Tim Elliott no
chão na segunda metade da luta no
TUF 24 Finale (Foto: Getty Images)
Tim Elliott começou o quarto round provocando e tentando tirar a concentração de Demetrious Johnson para, depois, explodir em uma sequência de golpes, que foi pouco efetiva. O campeão manteve seu foco no plano de luta e derrubou o desafiante, mantendo o controle da luta no chão. Johnson encaixou um mata-leão, mas sem o apoio das pernas na cintura de Elliott, não conseguiu mantê-la. O desafiante tentava se movimentar, mas o campeão o atacava sem parar, sempre por cima no solo. Johnson tentou encaixar uma americana nos últimos segundos, mas Elliott mais uma vez defendeu a posição.

No quinto e último round, Tim Elliott voltou dando as costas para Demetrious Johnson na luta em pé, e buscando surpreender com golpes rápidos. Logo após a sequência de chutes, o desafiante derrubou o campeão, que rapidamente fez a raspagem, ficando por cima no chão. Elliott tentava golpear de onde fosse possível, com cotoveladas de baixo para cima, socos e até tapas de mão aberta no rosto do campeão, que se mantinha tranquilo e no controle da movimentação. Após deixar escorregar o braço de Elliott na tentativa de um armlock, Johnson decidiu manter o adversário com as costas no chão e esperar acabar o round para garantir a defesa do cinturão.

Confira os resultados do TUR 24 Finale:

CARD PRINCIPAL

Demetrious Johnson venceu Tim Elliott por decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46 e 49-45)
Joseph Benavidez venceu Henry Cejudo por decisão dividida (27-29, 30-26 e 29-27)
Jorge Masvidal venceu Jake Ellenberger por nocaute técnico aos 4m05s do R1
Jared Cannonier venceu Ion Cutelaba por decisão unânime (triplo 29-28)
Sara McMann venceu Alexis Davis por finalização aos 2m52s do R2
Brandon Moreno venceu Ryan Benoit por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

CARD PRELIMINAR

Ryan Hall venceu Gray Maynard por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Rob Font venceu Matt Schnell por nocaute técnico aos 3m47s do R1
Dong Hyun Kim venceu Brendan O'Reilly por decisão unânime (triplo 29-28)
Jamie Moyle venceu Kailin Curran por decisão unânime (triplo 30-27)
Anthony Smith venceu Elvis Mutapcic por nocaute aos 3m27s do R2

Fonte:Globo

No Surf - Medina, Mineirinho, Filipinho e John John avançam à 4ª fase em Sunset




Carlos Augusto




Gabriel Medina avançou para o quarto round
em Sunset (Foto: Daniel Smorigo/WSL)
Depois de dias sem onda, os integrantes da elite do surfe estrearam neste sábado no terceiro round da última etapa do QS, a divisão de acesso para o CT, que está sendo disputada na praia de Sunset, na ilha de Oahu, no Havaí. Os principais nomes avançaram para a quarta fase, entre eles nove brasileiros: Gabriel Medina, Filipinho, Adriano de Souza (Mineirinho), Miguel Pupo, Jadson André, Wigolly Dantas, Deivid Silva, Ian Gouveia e Jesse Mendes. O havaiano John John Florence e o americano Kelly Slater também se classificaram.

A disputa do QS é um aquecimento de luxo para a última etapa do CT em Pipeline, que começa dia 8 de dezembro. Para outros surfistas, a competição em Sunset é a chance de buscar uma vaga na elite em 2017. Entre os atletas do Brasil, Ian, Jesse e Deivid estão com chance de acesso. Jadson também tem a oportunidade de se manter na divisão principal. Bino Lopes, que foi eliminado no terceiro round, continua sonhando, mas depende do resultado dos adversários.

Bino fez 11,17 pontos e ficou em terceiro lugar na nona bateria do dia, vencida por Gabriel Medina, com 15,10. O outro que avançou foi O'Neill Massim, que conseguiu a segunda posição com 14,37. Próximo de ser campeão do CT, John John também deu show na divisão de acesso e ganhou sua bateria tirando uma nota 9,77 e ficando com o somatório total de 15,94. O também havaiano Billy Kemper avanlou junto, com 12,94.

Mineirinho (12,90) e Ian Gouveia (11,13) passaram juntos para a próxima fase, deixando para trás Alex Ribeiro e o americano Michael Dunphy. Já Filipinho (14,90) se classificou ao lado do francês Marc Lacomare (14,30). Na 11ª bateria deste sábado, o veterano Kelly Slater (12,33) superou outro surfista experiente, Bebe Durbidge (11,57), e ficou em primeiro. O segundo colocado foi o australiano Ethan Ewing (12,10).

A chamada para o terceiro round em Sunset será neste domingo. Se o mar estiver com boas ondas, a competição terá sequência com 32 surfistas disputando oito baterias.

Fonte:Globo

sábado, 3 de dezembro de 2016

Sesi-SP supera Taubaté e assume a vice-liderança da Superliga Masculina




Beat Reusser


Candidatos ao título da Superliga Masculina, Sesi-SP e Taubaté fizeram na noite deste sábado, no ginásio da Vila Aparecida, uma reedição da final do Campeonato Paulista. Mas diferente da decisão, faturada pelos taubateanos, os donos da casa conquistaram a revanche com uma vitória por 3 sets a 0 (25/23, 25/18 e 25/18). Enquanto essa é a quarta vitória consecutiva dos paulistanos no nacional, o time do Vale do Paraíba sofre a segunda derrota seguida.

O destaque da partida foi o ponteiro Douglas Souza, do Sesi-SP, eleito o melhor jogador da partida em votação popular e ganhador do troféu Viva Vôlei.

Com esta vitória o Sesi-SP pula da terceira para a segunda colocação, com 19 pontos. A equipe está a dois pontos do líder Cruzeiro. O Taubaté, por outro lado, cai da quarta para a quinta colocação, com 14 pontos.

O Taubaté volta a jogar nesta quarta-feira, 7, contra o São Bernardo, às 19h30, no ginásio Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo. O Sesi-SP joga no próximo sábado, 10, contra o Cruzeiro, às 14h10, na Vila Leopoldina.

Na despedida de Morten, Brasil leva título do Quatro Nações em Belém




Beat Reusser
Morten Soubak reuniu as jogadoras do Brasil e cumprimentou uma a uma. Mais do que o título do Torneio Quatro Nações, o técnico dinamarquês agradeceu por oito anos de trabalho. Em retribuição, ganhou um abraço coletivo. O empate com a Eslováquia por 21 a 21 marcou a despedida do treinador da seleção, neste sábado, em Belém. Um adeus bem com a cara de Morten, um adeus campeão, que arrancou lágrimas de algumas jogadoras.

O título do Quatro Nações foi conquistado na raça. A Eslováquia liderou o placar durante a maior parte do jogo. Só no final o Brasil conseguiu arrancar o empate. Por ter maior saldo nos jogos contra Uruguai e Cuba (61 a 41), as anfitriãs foram campeãs.

O treinador dinamarquês comandava a equipe verde e amarela desde 2009, e viveu período de glórias sob sua tutela, como, por exemplo, a conquista do título mundial inédito em 2013.

Sem dificuldades, Osasco não dá chances ao Minas e vence mais uma




Beat Reusser


Era o jogo de um time bem colocado na tabela, o Osasco, contra outro que tentava se recuperar na Superliga, o Minas. E deu a lógica: venceu o mais forte, o mais bem colocado na competição. A equipe paulista não teve dificuldades para vencer a mineira na tarde deste sábado no Ginásio José Liberatti, em Osasco: 3 a 0, parciais de 25/16, 25/11 e 25/20.

A líbero Camila Brait foi eleita a melhor do jogo em votação popular no site da CBV e ficou com o Troféu VivaVôlei. A partida foi válida pela sétima rodada do turno da Superliga feminina 16/17 teve um minuto de silêncio e faixas de apoio aos envolvidos na tragédia.

Na próxima rodada, a oitava da Superliga Feminina de Vôlei, na sexta-feira dia 9, o Minas vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense. Jogo será às 20h. Já o Osasco vai a Uberlândia entrentar o Praia, no mesmo dia, às 21h30.

No TUF 24 Finale - Na mira do recorde do Spider, Demetrious defende cinturão contra vencedor do TUF






Carlos Augusto






Um dos atletas mais dominantes do Ultimate Fighting Championship nos últimos anos, Demetrious Johnson será a principal atração do The Ultimate Fighter 24 Finale, neste sábado, a partir de 21h55, em Las Vegas. O campeão peso mosca tentará manter o cinturão pela nona vez, se aproximando do recorde de Anderson Silva na organização, que manteve o título dos médios em dez oportunidades. O adversário do Mighty Mouse é o vencedor dessa edição do TUF nos EUA, Tim Elliott.

Demetrious Johnson tenta manter hegemonia nos moscas contra Tim Elliott: perto de igualar o Spider

Demetrious Johnson conquistou o cinturão inaugural peso mosca em 2012 e não foi parado por ninguém na divisão até 57kg. Tanto que o Mighty Mouse assumiu o primeiro lugar no ranking peso por peso, que leva em conta dos melhores atletas do UFC em todas as categorias. Se mantiver o título, ele ficará a uma vitória de igualar o recorde do Spider, que reinou entre os médios entre 2006 e 2013, até ser desbancado por Chris Weidman.

Em ação inédita no UFC, Demetrious Johnson terá pela frente o vencedor do TUF 24. Tim Elliott ganhou o reality show ao bater Hiromasa Ogikubo por decisão unânime – 30 a 27 – na final do programa. Com isso, ganhou a chance de enfrentar ninguém menos que o campeão mais dominante da organização na atualidade. E também de se redimir de apagada passagem anterior pelo Ultimate, entre 2012 e 2015, quando perdeu quatro lutas e venceu duas.

A luta coprincipal da noite reunirá os dois treinadores do TUF 24, Joseph Benavidez e Henry Cejudo. Os dois já foram desafiantes de Demetrious Johnson e caíram diante do campeão. E buscam nova chance para disputar o cinturão. Benavidez, o Joe Jitsu, vem de cinco triunfos seguidos, enquanto Cejudo, medalhista de ouro na luta olímpica nos Jogos de Pequim, em 2008, busca se recuperar do revés para o Mighty Mouse.

Pesagem

Todos os atletas passaram bem pela balança na pesagem oficial do TUF 24 Finale, nesta sexta-feira. Na pesagem cerimonial, já com os lutadores devidamente reidratados e recuperados da perda de peso, as encaradas dominaram as atenções. Enquanto Demetrious e Elliott se encontraram sem provocações, o mesmo não ocorreu com Benavidez e Cejudo, que prometeram acertar as contas depois de momentos tensos no reality show.

O destaque foi o meio-pesado Ion Cutelaba, da Moldávia. Ele apareceu fantasiado de Hulk para subir à balança, com o corpo todo pintado de verde, repetindo a pesagem anterior, antes do duelo contra Jonathan Wilson.

TUF 24 Finale

Neste sábado, às 21h55
The Pearl at Palms Casino Resort , em Las Vegas

Resultados da pesagem do TUF 24 Finale

Card principal

Demetrious Johnson (56,4kg) x Tim Elliott (56,6kg) – pelo cinturão PESO MOSCA
Joseph Benavidez (56,9kg) x Henry Cejudo (56,9kg) – PESO MOSCA
Jake Ellenberger (77,2kg) x Jorge Masvidal (77,1kg) – MEIO-MÉDIOS
Jared Cannonier (92,5kg) x Ion Cutelaba (93,2kg) – MEIO-PESADOS
Alexis Davis (61kg) x Sara McMann (61,4kg) – PESO GALO
Ryan Benoit (56,9kg) x Brandon Moreno (57,1kg) – PESO MOSCA

Card preliminar

Ryan Hall (65,7kg) x Gray Maynard (65,9kg) – PESO PENA
Rob Font (61,4kg) x Matt Schnell (61,4kg) – PESO GALO
Dong Hyun Kim (70,5kg) x Brendan O’Reilly (70,3kg) – PESO LEVE
Kailin Curran (52,6kg) x Jamie Moyle (52,1kg) – PESO PALHA
Elvis Mutapcic (83,9kg) x Anthony Smith (84,1kg) – PESO MÉDIO
Devin Clark (93,2kg) x Josh Stansbury (92,7kg) – MEIO-PESADOS

Fonte:www.mg.superesportes.com.br
Foto:Getty Images

Na NBA 2016/2017, na temporada regular - Bebê volta a jogar bem, e Raptors emplacam a quinta vitória seguida






Carlos Augusto






Lucas Nogueira tenta o toco em Lou Williams na vitória dos Raptors
(Foto: Reuters)
Lucas Nogueira, o Bebê, mais uma vez deu o ar de sua graça para o Toronto Raptors. Com uma boa pontuação, incluindo duas belas enterradas, o brasileiro ajudou o Toronto Raptors a vencer nesta sexta-feira por 113 a 80 o Los Angeles Lakers, em casa, e emplacar a quinta vitória consecutiva na temporada da NBA, a liga americana de basquete.

Bebê vinha de uma sequência ruim. Nos últimos oito jogos somados antes desta sexta-feira, o brasileiro havia marcado 12 pontos no total. Contra os Lakers, ele terminou com 13 pontos, além de pegar três rebotes, roubar duas bolas e dar dois tocos. Perfeito nos cinco arremessos de quadra e nos três lances-livres tentados.

Além da boa atuação do brasileiro, os Raptors contaram com a pontaria calibrada de Kyle Lowry. Ele acertou seis de nove arremessos de três pontos e terminou o jogo com 24 pontos, além de sete assistências, mantendo o time na segunda colocação da Conferência Leste, atrás apenas do Cleveland Cavaliers.

Os Raptors dominaram o jogo desde o começo. Os Lakers jogaram novamente sem D'Angelo Russell e Nick Young, que formam a dupla de armadores titular. Ambos estão machucados e isso fez o time sofrer contra um rival que conta com Lowry e DeMar DeRozan.

Os Lakers ainda conseguiram manter o jogo equilibrado no primeiro quarto. No entanto, a partir da entrada de Bebê, os Raptors aumentaram a vantagem e terminaram o segundo período vencendo por 69 a 48, até então a maior diferença do confronto.

Com a vantagem e os desfalques do rival, os Raptors conduziram com tranquilidade o confronto. Bebê aproveitou as oportunidades e finalmente recuperou o bom momento do começo da temporada. Marcelinho Huertas ainda entrou pelos Lakers com o jogo resolvido nos últimos oito minutos, fez três pontos e deu bela assistência para enterrada de Larry Nance. Até Bruno Caboclo jogou os quatro minutos finais pelo Toronto, acertando uma cesta de três. No fim, vitória dos Raptors por 113 a 80.


Campanhas
Raptors: 13v, 6d (2º no Leste)
Lakers: 10v, 11d (9º no Oeste)

Próximos jogos
Raptors: contra os Hawks, sábado, em Toronto
Lakers: contra os Grizzlies, sábado, em Memphis

Confira os resultados desta sexta, dia 02 de dezembro, na NBA:

Philadelphia 76ers 88 x 105 Orlando Magic
Boston Celtics 97 x 92 Sacramento Kings
Toronto Raptors 113 x 80 Los Angeles Lakers
New York Knicks 118 x 114 Minnesota Timberwolves
Chicago Bulls 111 x 105 Cleveland Cavaliers
New Orleans Pelicans 96 x 114 Los Angeles Clippers
Atlanta Hawks 85 x 121 Detroit Pistons
San Antonio Spurs 107 x 105 Washington Wizards
Denver Nuggets 128 x 110 Houston Rockets

Veja como ficou s classificação:


Fonte:Globo, watch.nba.com e www.resultados.com

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

No NBB 2016/2017, em jogos da 8ª rodada - Com homenagem para a Chape, Pinheiros bate Minas fora de casa






Carlos Augusto





A solidariedade não se limita a um esporte específico, ela é universal. Antes da partida entre Minas e Pinheiros, na noite desta sexta-feira, na Arena Minas, pelo NBB, as duas equipes se reuniram no centro da quadra para fazer uma oração pelos afetados pelo acidente com o acidente da Chapecoense, na Colômbia. Uma faixa, com os dizeres: "Somos um só um só time, força Chape", também foi estendida pelos jogadores. 

Com a bola quicando, os paulistas se deram melhor, vencendo os donos da casa por 94 a 88. O grande destaque do time vencedor foi o americano Holloway, com 22 pontos, cinco assistências e nove rebotes. O cestinha da partida foi da equipe mineira, Siqueira, com 24 pontos. Na próxima rodada, o Minas recebe o Campo Mourão, enquanto o Pinheiros recebe a Liga Sorocabana.

O jogo começou com uma apagão do Minas, o Pinheiros aproveitou e abriu uma boa vantagem, chegando ao placar de 17 a 8. Renan foi o maior destaque da equipe paulista, com nove pontos, levando a vantagem para o primeiro quarto de 31 a 19. Empurrado pela torcida, o Minas reagiu no segundo quarto e passou a errar menos, mesmo assim, o jogo continuou equilibrado. Os donos da casa venceram por 24 a 21, mas no placar agregado, o Pinheiros ainda estava em vantagem. 

No segundo tempo, mais equilibrio. O Minas até venceu o terceiro quarto, mas no último quarto, o Pinheiros voltou a forçar na marcação e com destaque para Holloway, que marcou oito pontos, o Pinheiros fechou o último quarto por 25 a 23 e o jogo por 94 a 88.

Ansaloni do Pinheiros e Maynard do Minas(Foto:Orlando Bento/Minas TC)
Depois de dois jogos fora de casa, o Pinheiros retornará à capital paulista para uma sequência de quatro partidas no mês de dezembro que encerrará seus compromissos no ano de 2016 no NBB CAIXA, contra LSB/Uniso (12), Paulistano/Corpore (14), Campo Mourão (19) e Mogi das Cruzes/Helbor (21). Já o Minas permanecerá em BH para mais dois jogos em casa, contra Campo Mourão (13) e Mogi (15).

Confira os resultados desta sexta, dia 02 de dezembro, no NBB:



Veja como ficou a classificação:



Confira os próximos jogos no NBB:



Fonte:Globo, LNB e www.resultados.com
Fotos:orlando Bento/Minas TC