sábado, 25 de março de 2017

Federer tem grande atuação na estreia e espera por Delpo em Miami




Beat Reusser
Em seu jogo de estreia no Masters 1000 de Miami, Roger Federer encontrou resistência do jovem americano de 19 anos Frances Tiafoe, 101º do mundo e que fazia sua primeira partida contra um top 10. A promessa local não fez feio e complicou o primeiro set para o suíço, mas Federer confirmou o favoritismo ao marcar 7/6 (7-2) e 6/3 em 1h12 de partida.

Esta é a 14ª vitória para Federer neste início de temporada, em que já foi campeão do Australian Open e de Indian Wells e perdeu apenas um jogo, em Dubai. Seu próximo rival em Miami sairá do confronto entre o argentino Juan Martin del Potro e o holandês Robin Haase.

Tiafoe, que chegou a ser 86º do ranking no início deste mês e mas teve descontados nesta semana os pontos referentes a uma vitória obtida no ano passado em Indian Wells, deve não apenas recuperar posições como também superar o melhor ranking da carreira, já que também precisou vencer dois jogos do quali em Miami.

Bellucci dá trabalho, mas para no gigante Isner na segunda rodada em Miami




Beat Reusser
Depois de um bom começo de partida, em que procurou ser paciente, Thomaz Bellucci começou a cometer erros não forçados no final do primeiro set e aí virou presa fácil para o experiente John Isner. O norte-americano estreou assim no Masters 1000 de Miami com vitória tranquila e parciais de 6/4 e 7/6 (7-5 no tiebreak). 

Bellucci completa assim quatro anos sem ganhar dois jogos seguidos sobre quadra dura em torneios de nível Masters 1000. A última vez que atingiu uma terceira rodada dessa qualidade foi lá mesmo em Miami, na edição 2013. 

O brasileiro continua em temporada de pouco brilho, tendo vencido até agora apenas quatro de seus 11 jogos disputados em torneios de primeira linha. A melhor campanha foram as semifinais em Quito. Ao menos, ele se manterá entre os top 70.

Hamilton crava a pole do GP da Austrália; Massa fica em sétimo




Beat Reusser


A Ferrari até esbouçou uma reação liderando o terceiro treino livre na manhã deste sábado (25) com Sebastian Vettel, mas na hora da verdade a Mercedes provou que ainda tem o melhor conjunto da Fórmula 1.

Lewis Hamilton anotou sua 62ª pole position na carreira com uma volta perfeita em 1min22s188, superando por 0s268 Sebastian Vettel da Ferrari. O time italiano retorna à primeira fila após não ter largado nas duas primeiras posições em 2016.

A volta de Lewis superou a pole position mais rápida da história do GP da Austrália, feita por Sebastian Vettel em 2011, 1min23s529.

Valtteri Bottas da Mercedes foi o terceiro, fechando a segunda fila finlandesa com Kimi Raikkonen da Ferrari. Max Verstappen foi o quinto e Romain Grosjean conseguiu um bom sexto para a Haas. Vendo o companheiro de equipe sequer avançar ao Q2, Felipe Massa largará da sétima colocação na corrida, neste domingo. O estreante Lance Stroll, da Williams, perderia cinco posições no grid de largada após trocar o câmbio devido a uma batida no TL3.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Nadal inicia busca por título inédito em Miami com vitória sobre israelense




Beat Reusser
Em busca de um título inédito no Masters 1000 de Miami, Rafael Nadal conseguiu uma boa vitória na estreia. O espanhol foi agressivo e marcou as tranquilas parciais de 6/3 e 6/4 diante do israelense Dudi Sela, 83º do ranking, em 1h20 de partida nesta sexta-feira.

O próximo compromisso de Nadal em Miami será no próximo domingo, diante do alemão Philipp Kohlschreiber, que derrotou o norte-americano Taylor Fritz por 7/5, 3/6 e 7/6 (7-4). O espanhol lidera por 13 a 1 o retrospecto contra o experiente alemão de 33 anos e 31º colocado.

Nadal liderou a contagem de winners por 17 a 11, e por conta do estilo mais agressivo também errou mais vezes, 22 contra 17 de Sela. O espanhol levou a melhor tanto nos pontos de até cinco trocas de bola, liderando por 40 a 24, e também nas disputas mais longas, 25 a 23, sendo 9 a 8 nos pontos definidos com mais de nove trocas.

Bellucci bate francês e estreia com vitória no Masters 1000 de Miami




Beat Reusser
Depois do adiamento da rodada da última quinta-feira por chuva, Thomaz Bellucci estreou nesta sexta-feira no Masters 1000 de Miami com boa vitória em sets diretos. O número 1 do Brasil e 71º do mundo passou pelo 88º colocado francês de 36 anos Stephane Robert com parciais de 7/6 (7-5) e 6/2 em 1h20 de partida.

O canhoto de 29 anos marcou sua 33ª vitória em Masters 1000 na carreira. Seu próximo adversário será o norte-americano John Isner, cabeça 18 do torneio e número 23 do mundo. O histórico é favorável a Bellucci, que venceu dois dos três duelos entre eles. Uma dessas vitórias foi em quadra dura e coberta na Copa Davis de 2013.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Paulinho marca três, Neymar faz golaço, e Brasil goleia Uruguai de virada




Beat Reusser
Nem mesmo a segunda melhor seleção das Eliminatórias da Copa do Mundo, que só havia conquistado vitórias em casa, foi capaz de frear o Brasil de Tite. Jogando no histórico Estádio Centenário, na noite desta quinta-feira, a equipe nacional conquistou uma importante virada sobre o Uruguai, por 4 a 1, e chegou ao seu sétimo triunfo consecutivo no torneio.

Para triunfar novamente, o Brasil precisou provar ter poder de reação em Montevidéu. O time visitante viu Marcelo falhar logo no começo da partida, forçando o pênalti do goleiro Alisson sobre Cavani na sequência do lance. O próprio centroavante converteu a cobrança. Paulinho, contudo, liderou a virada com três gols. Neymar também contribuiu com a goleada com uma bela conclusão por cobertura.

O resultado deixou a vaga no Mundial da Rússia bastante encaminhada – pela projeção de Tite, a classificação já está assegurada, ainda que não matematicamente. A Seleção Brasileira passou a somar 30 pontos ganhos, na liderança disparada das Eliminatórias, contra 23 do segundo colocado Uruguai.

O embalado Brasil terá o Paraguai pela frente já na terça-feira, em Itaquera, estádio do Corinthians. No mesmo dia, o Uruguai buscará a sua reabilitação diante do Peru, em Lima.

Cruzeiro vira sobre o Canoas e encaminha classificação à semifinal




Beat Reusser


Na noite desta quarta-feira, o Cruzeiro conquistou importante vitória na luta para se garantir na semifinal da Superliga masculina 2016/2017. Fora de casa, os mineiros superaram o Canoas por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/18, 25/15 e 25/14. 

Após a vitória no primeiro confronto, os atuais tricampeões precisam de apenas um triunfo para avançar.

O ponteiro Leal teve mais uma atenção de destaque e foi eleito o melhor em quadra por votação popular. O jogador ofereceu o prêmio ao central Simón.

Neste sábado, o Cruzeiro pode garantir a classificação à semifinal caso vença o terceiro confronto da série contra o Canoas. A partida acontece em Minas Gerais, no ginásio Riachão, às 21h30.



Sesi-SP vence o Minas e fica a uma vitória da semi

O Sesi abriu boa vantagem rumo às semifinais da Superliga. O clube paulista visitou o Minas Tênis Clube, na Arena Minas, em Belo Horizonte, e anotou a segunda vitória da série melhor de cinco partidas. Nesta quarta-feira, após um jogo muito disputado, o estrelado time do Sesi bateu os mineiros por 3 sets a 1, com parciais de 29/27, 19/25, 25/21 e 25/18. O oposto Théo teve grande desempenho e foi premiado com o Troféu VivaVôlei.

Com o resultado, o Sesi abriu 2 a 0 na série das quartas de final. Basta mais uma vitória para o time paulista carimbar vaga nas semifinais da Superliga. 

A terceira partida entre as duas equipes acontece no próximo dia 26 de março, às 16h00 (de Brasília), no ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina.

quarta-feira, 22 de março de 2017

A Associação Renascer de Judô de Ilhéus-BA., participou da 1ª etapa do Circuito Baiano de Judô






Carlos Augusto






No ultimo dia 11 de março, foi disputado a 1ª etapa do Circuito Baiano de Judô e seletiva para o Campeonato Brasileiro, no Centro Pan-Americano de Judô, na cidade de Lauro de Freitas - BA. Associação Renascer de Judô, através do Sansei 1º Dam Alberto Sales (Foto) levou 14 (quatorze) atletas para a competição, desses, 7 (sete) destacaram-se no evento e conquistaram medalhas.

São eles:

Filipe Valério: Campeão
Rosenilda Santos: Vice-Campeã
Thacila Rodrigues: Vice-Campeã
Aílton Bonfim: Vice-Campeão
Marcos Vinícios: 3ª Colocação
Rebeka Passos: 3ª Colocação
Cainã Bonfim 3ª colocação

Dentre esses medalhistas destacam-se dois que conquistaram a classificação para o Brasileiro. No masculino o atleta Filipe Valério na classe sub 18 (peso meio-médio) e, no feminino a atleta Rosenilda Santos na classe sub 21 (peso leve). Eles vão compor a Seleção Baiana de Judô, representando a Bahia em suas respectivas categorias na competição brasileira que acontece nos próximos dias 7, 8 e 9 de abril, no Ginásio Tancredão, na cidade de Vitória, no Espirito Santo.



Fonte:Alberto Sales

NOTÍCIAS DA AVEP - CAPITÃES CAIO E TABOSA GANHAM NA 3ª RODADA





Carlos Augusto





Nove gols marcaram a 3ª rodada de “babas de praia” da Temporada 2017 da Associação dos Veteranos de Esporte Praiano – AVEP, realizada em 12 de março, como de praxe pela manhã na praia da Av. Soares Lopes, imediações da Tenda Teatro Popular de Ilhéus. No Campo 1 (ou Grimaldo) a equipe do Capitão Caio abateu a do Capitão Marconi pelo escore de 2 a 0, com gols do próprio volante Caio e do meia-atacante Alan Dias. No Campo 2 (ou Martial) o quadro do Capitão Tabosa venceu o do Capitão Slaibi pelo escore de 5 a 2. Wendell(2) marcou para o perdedor;  Eliandro Picolé, Tabosa, Wagner, Melgaço e Danilo conferiam para o vencedor. Receberam cartões Amarelo: Eduardo Japonês, Alex de Moisés, Silva, Slaibi, Robertão, Danilo e Jamilton. O juiz Wilson Salviano(Campo Grimaldo) teve atuação boa  e Jodmar Santos regular para boa, conforme os olheiros de árbitros. Ambos pertencem a Liga Ilheense de Futebol, sendo que o primeiro é também presidente desta entidade.  

Equipes no Campo Grimaldo


(Cap. Caio): Maranhão, Djalma Peludo, Galletti, Eduardo Japonês(Prof. Jorge Reis entrou no intervalo), Pedro Chama Gol(Luciano entrou no intervalo), Robson, Passos de Uruçuca, Caio, Sena, Alan Dias e Luís Humberto.


(Cap. Marconi): Ricardo, Dinho, Cesar de Militão(saiu ao 25’ da 2ª etapa e voltou aos 35’), Haroldo(Ralio entrou aos 40,5’ da 1ª etapa), Waldemar do Porto(Paulo Gois entrou no intervalo), Luís Mario, Cesinha, Adauto, Vado do Bradesco(Pescador entrou no intervalo), Mauricio(Alex de Moisés entrou aos 30’ da 1ª etapa) e Marconi.

Equipes no Campo Martial


(Cap. Tabosa): Marcelo, Marcondes(Sizinio entrou aos 35’ da 1ª etapa e saiu no intervalo entrando Wagner), Everaldo Cabeça de Flande(Pitu entrou no intervalo), Geraldo da Ceplac, Melgaço, Eliandro Picolé, Danilo,  Carlão do Taxi, Zugaib da Ceplac, Garrancho(Correia entrou no intervalo) e Tabosa.


(Cap. Slaibi): Rosivaldo(no intervalou entrou Jamilton), Robertão, Gicelio Ram Ram, Mario Cabeça Branca, Maurilio, Major, Silva, Slaibi, Luís Eduardo, Wendell e Pedro Melo.

COMENTÁRIOS

Nos dois campos as partidas estiveram equilibradas, apesar do escore dilatado na do Campo Martial. Neste campo o time do Cap. Tabosa saíra pro intervalo ganhando de 2 a 1, mas sofrera o empate no comecinho da 2ª etapa.  Com as substituições encaixando, sobretudo com a entrada do atacante Wagner, veterano –sem incongruência– novo e, sabendo jogar bola, aquela equipe foi para cima da adversária e conseguira fazer mais três gols, destronando a comandada pelo Cap. Slaibi. 
No Campo Grimaldo a primeira etapa de jogo esteve pau a pau, saindo vencendo para o intervalo a equipe do Cap. Caio por 1 a 0 com um bonito gol do próprio volante Caio de fora da área aos 35’ em que a redonda foi cair onde a coruja dorme. Na 2ª com a mudança de “meio time” do quadro dirigido por Marconi, este imprimiu um ritmo forte no ataque, mas o ferrolho defensivo –somado às grandes pegadas do goleiro Maranhão– do quadro adversário, o impediu do almejado gol. Numa bola esticada da retaguarda pra frente, o meia-atacante Alan Dias aproveitando da bobeira dos beques Cesar de Militão e Paulo Gois do Bradesco –que literalmente “bateram cabeças”, como se diz a um falha gritante, no jargão do esporte Bretão– fez o segundo gol definindo a partida. Assim concluíram os observadores dos jogos. 

NOTA

O goleiro Maranhão foi escolhido o melhor homem no Campo Grimaldo. Fez defesas importantes salvando o time do Cap. Caio de um empate e possível derrota. Inclusive pegara um pênalti cobrado aos 43’ da 1ª etapa cobrado pelo atacante Ralio que havia acabado de entrar. 
O meia-atacante Marconi e o volante-corredor Cesinha estiveram irreconhecíveis, longe, portanto de louváveis atuações de rodadas anteriores. Aliás, afirma o Diretor de Esportes Renato Leal(Renatinho) que esta é a 3ª derrota consecutiva do meia-atacante Marconi na Temporada, duas das quais com a patente de capitão. 
O médio-volante e Capitão Slaibi, inconformado com os 5 a 2 que a sua equipe levara, se dirigiu à mesa diretora dos babas e reclamou veementemente da conduta do árbitro na partida. Idem, idem o centroavante Wendell. Este chegou a se exaltar além da conta, mas depois resolveu parar e ficar numa boa. 
O ponta direita Garrancho só porque possui a credencial de “100 anos de praia” resolveu não comparecer ao momento do chique e por isso a foto de sua equipe saiu com dez jogadores. O presidente Djalma Peludo deverá chama-lo a atenção, apesar do credenciamento. Po...! coopera aí Garrancho, para as fotos saírem direitinhas!
Assim anotaram os olheiros. 


Fonte:Heckel Januário
Fotos: Marconi, Diretor de Divulgação e fotógrafo oficial da AVEP; o Prof. Jorge Reis é o Secretário desta entidade e tirador-de-fotos de momentos etílicos. 

Thiago Monteiro sofre virada de Troicki e é eliminado na estreia em Miami




Beat Reusser
Em seu segundo jogo de Masters 1000 na carreira, Thiago Monteiro teve um bom início de partida, mas permitiu a virada ao sérvio Viktor Troicki, ex-número 12 e atual 38º do ranking fez valer sua maior experiência e venceu por 5/7, 6/3 e 6/1 em 1h54 de partida em Miami. Troicki agora será o rival do cabeça 3 canadense Milos Raonic.

Nesta quinta, o único brasileiro restante na chave de simples, Thomaz Bellucci (71º), faz sua estreia em Miami. O paulista, que recebeu convite para o torneio, enfrenta o francês Stephane Robert (88º) por uma vaga na próxima fase. O confronto acontece na quadra central não antes das 22 horas (de Brasília).

Sem sustos, Minas domina Bauru e vai à semifinal da Superliga




Beat Reusser


O Minas conquistou na noite desta terça-feira a sua segunda vitória diante do Vôlei Bauru no segundo jogo da série de quartas de final da Superliga feminina e garantiu sua presença nas semifinais do nacional de vôlei.

Mesmo atuando no ginásio Panela de Pressão, em Bauru, as minastenistas fizeram 3 sets a 0 (22/25, 23/25 e 17/25), eliminaram as bauruenses e se qualificaram para enfrentar nas semifinais o multicampeão Rio de Janeiro, que também chegou às semis ao eliminar o Pinheiros por 2 jogos a 0.

Ao contrário do jogo 1 desta série, no último sábado, em Belo Horizonte, quando as bauruenses abriram 2 a 0 e obrigaram as mineiras a uma espetacular reação para vencer por 3 sets a 2, nesta terça as comandadas do técnico Paulo Coco tiveram paciência e controlaram a partida, sempre contando com a força da norte-americana Hooker, eleita para receber o Troféu Viva Vôlei como destaque do jogo.

terça-feira, 21 de março de 2017

Brasília tem atuação de gala, bate Praia Clube e força 3ª partida nas quartas




Beat Reusser


Quando começou o jogo no Sesi Taguatinga, parecia que o Brasília seria presa fácil para o Praia Clube. Mas nada disso. Amanda estava voando. Andreia fechava a porta no bloqueio. Macris implodia a defesa mineira no saque. Paula Pequeno chamou a responsabilidade. Atuação de gala do grupo comandado de Anderson. 

Não deu outra. Brasília 3 sets a 0 sobre o Praia Clube, na noite desta terça-feira, pela segunda partida pelas quartas de final da Superliga Feminina. Parciais de 27/25, 25/18 e 25/19 que empata a série em 1 a 1. Amanda foi eleita a melhor da partida e ganhou o troféu Viva Vôlei. 

A decisão de quem vai para as semifinais da Superliga será no próximo sábado. As duas equipes voltam a se enfrentar na Arena Praia, em Uberlândia, para o terceiro jogo das quartas, com o horário ainda a ser definido. O vencedor enfrenta o Osasco na semifinal.

Osasco domina Flu e se garante nas semis; Rio também avança




Beat Reusser


O Osasco está mais uma vez nas semifinais da Superliga feminina de vôlei. Nesta segunda-feira, a equipe paulista visitou o Fluminense, no Ginásio Hebraica, no segundo jogo do confronto das quartas de final, e não teve dificuldades para garantir a vitória e a classificação ao vencer por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/14 e 25/13. 

Com o triunfo, o Osasco garantiu classificação antecipada no confronto, já que havia vencido também o primeiro jogo da série melhor de três por 3 sets a 0, na última quinta-feira, no Ginásio José Liberatti. 

Com a classificação, o Osasco agora espera para conhecer seu adversário nas semifinais, que sairá do enfrentamento entre Praia Clube e Brasília. A equipe paulista, que não é campeã da Superliga feminina desde a temporada 2011/12, busca seu sexto título na história da competição.


A vaga, no papel, parecia certa desde o início. Faltava, porém, garantir em quadra. E, soberano durante toda a Superliga, o Rio de Janeiro evitou qualquer surpresa na noite de segunda-feira e garantiu um lugar na semifinal. Com mais uma atuação segura, a equipe carioca não deu chances ao Pinheiros e fechou a série com um triunfo em 3 sets a 0, parciais 25/13, 25/20 e 25/22, na Arena da Barra.

Depois de vencer o confronto na casa das rivais, o Rio voltou a contar com uma atuação brilhante de Gabi, melhor em quadra, para garantir sua vaga na semifinal. O Pinheiros, com um investimento menor, dá adeus à competição.

O Rio, agora, espera por seu próximo rival. O adversário sairá do confronto entre Minas e Bauru. As mineiras, que venceram a primeira partida da série, podem fechar o duelo nesta terça-feira, em jogo no interior paulista.